Para que os equipamentos MIDI conectados possam ter uma conversa útil ao nosso interesse, é importante que os comandos sejam enviados de forma a corresponder exatamente ao que desejamos e que cheguem ao equipamento certo - já que a mesma ordem pode ser aceita por um pedal e ignorada por um rack, por exemplo, e isso pode nos ser muito útil também.

 

Cabe aqui já explicar que, além do comando MIDI enviado (dizendo o que deve ser feito), existe o CANAL em que esse comando será enviado (dizendo quem deverá fazer). O protocolo MIDI permite o uso de até 16 canais de envio de comandos, e eles servem como "ruas" para o envio das mensagens. Exemplo...ao mandar o comando pelo canal 1 somente aqueles receptores programados para receber mensagens pelo canal 1 irão receber e executar a ordem - e todos os demais receptores programados para outros canais irão ignorar essa ordem. Esse recurso é útil quando temos vários equipamentos receptores ligados a um único emissor, por exemplo, e assim direcionar as ordens para cada um deles: basta especificar em cada receptor um canal diferente e pronto!

 

A maioria dos equipamentos já vem de fábrica com o canal 1 como padrão de recepção e emissão, e alguns permitem a alteração para outros canais (consulte o manual do seu pedal ou rack). Outra forma comum é a recepção OMNI, o que quer dizer que ele recebe comandos de todos os canais MIDI indistintamente. Agora que você já sabe do que se trata, vai ser fácil entender o manual, certo? Continuemos, então.

 

Os comandos MIDI são compostos de uma sequência de 2 ou 3 números. Vamos aqui dissecar o querido e útil comando PROGRAM CHANGE, que é composto de 2 números somente.

 

O primeiro número da sequência enviada informa que se trata do comando PROGRAM CHANGE e em que CANAL está sendo transmitido. Esse número varia de 192 (para o canal 1) a 208 (canal 16). Mas, por favor, não se preocupe com esses números - os pedais vão apenas perguntar o canal desejado na esmagadora maioria dos casos (ou a opção OMNI que atende a todos).

 

O segundo número transmitido é o relativo ao programa que desejamos, e pode ter valores de 0 a 127. Geralmente o programa 0 não é usado (mas pode, lembre disso) pelos pedais e racks, e então podemos raciocionar do 1 em diante. Um comando MIDI de sequência 192 001 irá mandar pelo canal 1 a ordem PROGRAM CHANGE 1, e os pedais com seus MIDI IN "sintonizados" no canal 1 (ou OMNI) irão mudar seu programa para o número 1. Já um comando 194 005 iria mandar pelo canal 3 o comando PROGRAM CHANGE 5. Mais simples impossível!

 

Agora que sabemos como mandar os comandos corretamente, vamos ver como fazer os pedais que devem receber esses comandos se comportarem como desejamos.

 

Os pedais mais completos permitem a edição dos comandos PROGRAM CHANGE que serão aceitos, e que associação deles fazer com os presets já salvos, além da especificação de canal. A pedaleira Nova System é um bom exemplo, pois permite associar seus "bancos" de programas (combinação de efeitos salvos na memória) aos comandos MIDI recebidos (posso programar que o banco A01 entra quando chega o comando PROGRAM CHANGE 2, que o banco C02 entra quando chega o comando PROGRAM CHANGE 15, e quaisquer outras combinações que desejar).

Fizemos até um vídeo específico para a Nova System:

 

Já pedais mais simples (e nem por isso menos úteis) já tem especificados de fábrica os comandos MIDI que irão receber e que banco de programa irão acionar nesses casos. Temos como exemplo o TC Flashback Delay, que trabalha no modo OMNI (recebe comandos de todos os canais) e que ao receber o PROGRAM CHANGE 1 aciona o preset A, PROGRAM CHANGE 2 aciona o preset B e PROGRAM CHANGE 3 aciona o preset C. Veja que com as facilidades MIDI esse pedal pode se comportar como se fossem 3!

 

O controlador PEDRONE YETI emite comandos PROGRAM CHANGE de acordo com o banco selecionado em seus foots. No modo padrão de fábrica temos a seguinte configuração (todos comandos enviados pelo canal 1):

 

            YETI TABELA MIDI OUT                          
 
 MODOS 1 e 4
                        
 

         
   
     banco A  = program change 1                
banco D  = program change 4   banco G  = program change 7
               
     banco B  = program change 2   banco E  = program change 5       banco H  = program change 8
                   
     banco C  = program change 3      banco F  = program change 6   apagado  = program change 0

 

 


        YETI TABELA MIDI OUT                         
   MODO 2
                       
      "A"  APAGADO
           
   
     banco A  = APAGADO                
banco D  = program change 4   banco G  = program change 7
               
     banco B  = program change 2
  banco E  = program change 5       banco H  = program change 8
                   
     banco C  = program change 3
     banco F  = program change 6   apagado  = program change 0

 

 

 

 

        YETI TABELA MIDI OUT                      
   MODO 2
                     
      "A"  ACESO
           
   
     banco A  = ACESO                
banco D  = program change 12   banco G  = program change 15
               
     banco B  = program change 10
  banco E  = program change 13       banco H  = program change 16
       
         
     banco C  = program change 11
  
banco F  = program change 14   apagado  = program change 17

 

 

O MODO 3 do YETI não emite sinais MIDI out.


Na próxima parte do artigo vamos aprender como alterar a configuração padrão do YETI, e permitir que ele envie outros comandos PROGRAM CHANGE ao pisar em cada um dos foots de programação.

 

CLIQUE AQUI para ler a continuação do artigo (parte 3)